terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Hospital de Batalha pode parar por falta de repasses do Governo do Estado.



O prefeito Amaro Melo (PTB) está pensando seriamente em entregar o Hospital Messias Melo devido ao atraso de recursos por parte do Governo do Estado. O hospital tem despesas que não podem ser deixadas de ser pagas, e, no entanto o governo estadual está três meses atrasado no envio desses recursos, o que impossibilita de se fazer um bom trabalho.

A prefeitura recebe do Estado o valor de 32 mil reais e gasta em despesas R$ 112 mil, o que causa uma sangria nos cofres do município. Mesmo com esse atraso por parte do Estado, o prefeito disse que não há atraso nos salários dos funcionários, pois eles estão sendo pagos com recursos do município.

O prefeito disse que já ofereceu o Hospital Messias Melo, mas o Estado reluta em aceitar: “Com esses recursos que recebemos hoje da esfera estadual, não temos interesse em manter o hospital. Estamos sangrando recursos do município para podermos injetar numa ação que deveria ser do Estado”, disse o prefeito

1 comentários:

Politica Jovem on segunda-feira, dezembro 07, 2009 disse...

A pergunta é: Porque funcionou e agora não vai mais funcionar???
Santa Evoneide que fez daquilo um hospital, e com que Batalha um dia tivesse saúde. Bons tempos aqueles. "Competência não se compra, se tem".

 

My Blog List

Seguidores

Folha de Batalha © 2009 Designed by Ipiet Customizado por Manoel Filho