quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

A polêmica da sessão extraordinária


O FB recebeu uma informação extra-oficial de que o Prefeito Amaro Melo está sendo pressionado pela Câmara Municipal de Batalha, a subvencionar o valor de 3 sessões extraordinárias do Legislativo a fim de que dois assuntos do interesse do Executivo sejam votados.

O gestor municipal teria enviado para a Câmara de Vereadores, o projeto de Reforma Tributária e uma proposta para compra de uma camionete e uma caçamba, para serem utilizados em serviços no município. Isso, já algum tempo atrás, sem, contudo terem sido apreciados pelos senhores vereadores.

A Câmara só tem mais uma sessão a ser realizada neste ano e para apreciarem o assunto do executivo, seria, portanto, obrigado a ter sessões extras, o que significaria diárias aos nobres edis. Todavia, se confirmadas as três sessões extras, o problema estaria resolvido, porque votariam a matéria um dia após encerramento dos trabalhos ordinários. Isso, somente se o prefeito confirmar essas 3 sessões extras, ou seja, um desembolso de quase R$ 67 mil reais da Prefeitura para a Câmara.

A fonte nos afirmou ainda, que tempo para votação teve de sobra, mas não sabe dizer o porque não o fizeram.

Acreditamos que essa exigência de 3 sessões extraordinárias para receberem dinheiro, não proceda, pois na Câmara municipal existe vereadores preocupados com o povo de Batalha e não se prestariam a esse ridículo papel de sangria aos cofres públicos.

Mas, de qualquer forma, se porventura esse fato for verdadeiro, o que duvidamos, devido ao caráter ilibado dos vereadores, estaremos de olho no Sr. Prefeito, que não pode nem deve aceitar esse tipo de propostas, já que o temos também como gestor sério e cidadão de bem.

0 comentários:

 

My Blog List

Seguidores

Folha de Batalha © 2009 Designed by Ipiet Customizado por Manoel Filho