quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Rigor com os outros, com os meus, não.


Interessante é a forma de governar do presidente Luis Inácio Lula da Silva, ou, o camarada número 1, alcunha merecida por ser tão tirânico, nas suas devidas proporções, com o líder do Camboja e assassino Pol Pot.

Quando explodiu o caso do mensalão envolvendo o burguês partido do PT, a mão de ferro de Lula baixou em cima do Congresso, e os corruptos envolvidos no caso foram protegidos pelo poder absolutista do presidente.

O prêmio dessa safadeza toda, foi que José Genuíno, José Dirceu, João Paulo Cunha e muitos outros da laia, voltaram ao poder, com o apoio do PT, e o pior de tudo, com o voto do povo assistencialista, interesseiro, sem memória e sem-vergonha na cara.

José Sarney, que um dia foi chamado por Lula de maior grileiro e corrupto do Maranhão, hoje é seu amiginho. Protegeu o senador da lama de patifaria e atos secretos propostos por esse político filho da Pátria criado pela ditadura, segurando-o no poder, apesar de toda sociedade pedir a cabeça desse senhor dono de quase todo Maranhão. Alguns senadores do próprio partido queriam Sarney fora por arranhar a imagem (que imagem?) do Senado. Não adiantou. Lula foi conivente com toda essa corrupção.

Recentemente Lula patrocinou a maior campanha eleitoral jamais vista no Brasil. Lançou um filme sobre sua vida, para ver se conquista o apoio da sociedade em fazer sua sucessora para que o mar de lama continue a reinar e encher os cofres polpudos do riquíssimo PT.

Quem mora próximo ao Comitê político do PT no Piauí, diz que lá só estaciona carrão de luxo. E mais, a maioria dessas pessoas, oito anos atrás, só andavam de ônibus. Só pode está minando dinheiro para esse partido.

Agora, voltando ao Lula, o mesmo pediu rigor no caso do mensalão do DEM. Nada mais justo. Mas porque ele não pediu o mesmo rigor quando o partido dele estava enterrado até a lama no caso do mensalão petista?

Dois pesos e duas medidas.

4 comentários:

carlos lenine siqueira de miranda on sexta-feira, dezembro 11, 2009 disse...

bom vejo porque tanto rancor com lula o cara fez o deve de casa ,acabou com inflação, gerou e contina gerando emprego a população só não arranja emprego quem não quer estudar e quem tem preguiça ai pra essa turma é dificil, acabou com a divida externa nunca se imaginou um dia o Brasil se tornar credo do FMI, passou por crises desde de corrupção até economica cabe ao mp investigar se tiver indicio que prenda os corruptos se não arquiva e pronto antes com o governo lula do que uns arruda da vida que tão doido pra voltar ao governo serra e companhia limitada o cara tem o maior indice do mundo em aprovação em todos os nives da sociedade ou ele ta errado ou vc que é o unico certinho ,erros todos cometemos tem que se colocar tudo numa balança e ver qual é o mal menor lula ou os arrudas que estão loucos pra voltar ao planalto...

Carlos Magno Filho on sexta-feira, dezembro 11, 2009 disse...

Mais uma vez tenho que discordar do nobre companheiro.
Se o PT não arrumasse emprego para quem não quer estudar, como Lula foi eleito presidente pelo partido?
Também não vejo diferença entre Lula e Arruda. Lula só não participou, mas tinha ciência do mensalão, o que o faz tão culpado quando o governador Arruda.Saber e se omitir não isenta de culpa.
Além disso, a maior máquina criadora da ociosidade é patrocinada pelo PT, o bolsa-esmola.
Preguiçosos e analfabetos é o que compõe esse partido burguês, principalmente aqueles defensores mais ferrenhos, que não querem perder o status quo.

carlos lenine siqueira de miranda on sábado, dezembro 12, 2009 disse...

mas caro amigo como pode o pt ter criado algo parecido como vc mesmo disse maquina ociosidade referindo-se o bolsa-familia se isso é a união de programas cridos pelo fhc e psdb limitada ,não venha colocar algo sem provas ,nada o pt inventou ele aperfeiçou e que o fhcs se arrependem de não terem feito.
Como pode vc mesmo disse se ele não participou então não tem culpa se houve currupção e quanto a omissão quem teve indicio foi afastado do governo o caso do ze dirceu, e boa parte da cupula pt que alias até o momento não se provou nada no, Brasil é muito facil acusar mas provar ja é outra coisa ,tanto é que muitos retornaram a politica ,josé genuino,palocci e por ai vai, como disse antes erros todos somos faliveis ,jamais vc encontrará algum governo que seja autenticamente correto nenhum governo do mundo existiu ou existirá tal façanha que não tenha algum caso de corrupção .
O LULA FOI ELEITO PELO POVO ATRAVÉS DA DEMOCRACIA QUE O MESMO LUTOU NA EPOCA DA DITADURA PARA QUE VC HOJE TENHA A LIBERDADE DE DENUNCIAR ALGUM ATO ILICITO SEJA AI EM BATALHA OU NO ALVORADA MAS ANTES DE DENUNCIAR PERGUNTE AO POVO DAI SE O BOLSA-FAMILIA NÃO MATA OU PELO MENOS NÃO AMENIZA A FOME DESSA POPULAÇÃO...

Blogger do Macedo on sábado, dezembro 12, 2009 disse...

Parabéns ao Carlos Magno Filho, por colocar essa matéria no FB, pois se o Brasil vai bem mesmo no meio de tantas corrupções em Brasília, é pelo fato de que deram sequência a um plano econômico equilibrado que garantia a sustentabilidade do país, e com certeza se não fosse tantas roubalheiras poderia está melhor para todos, a nação poderia está melhor sim. Mas infizmente o melhor mesmo está para os petistas que antes andavam de BUZÃO e hoje se ver passarem em carrões como; land rover, caminhonete s10 dlx luxo e etc... O pessoal do MST, não fazem nada a não ser quando convocados para atuarem na invazão de terras de alguns opositores, ficam nos Barzinhos jogando sinuca, mas tem lá seus carrinhos, suas motos, seus cartões garantidos com um piso salarial para sacarem no final do mês.
O povo Brasileiro precisa mesmo ter conhecimento e se conscientizarem desse governo e dos políticos que não inspiram nenhuma confiança e mudar de verdade a história desse país e não história financeira dos gestores que aí estão governando nossa coitada nação brasileira assegurados por um sistema assistencialista chamado bolsa família, que muitos dos seus beneficiados se quer precisam.

 

My Blog List

Seguidores

Folha de Batalha © 2009 Designed by Ipiet Customizado por Manoel Filho