quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Notas rápidas


Cadê os saxofones?
Denúncias de que dois saxofones da banda foram levados por um cidadão que se intitula dono da cultura da cidade de Batalha e até agora não se sabe do paradeiro deles. Houve cobrança, mas ele nunca devolveu. Inventou que era para consertar, e olha que faz tempo que ele tem a posse. Quem não devolve o que é alheio...

A verba
O ex-prefeito João Messias voltou a afirmar que conseguiu uma emenda de R$ 400 mil junto ao deputado Átila Lira no ano passado e disse que, se alguém ainda não sabe dessa verba, é só perguntar para o próprio deputado ou procurar nos meios oficiais. Essa grana toda vai ser para o projeto de reforma e revitalização da entrada da cidade.

Telefone mudo
O FB quis saber o porque do telefone (86)3347.1210 que pertence ao hospital não está funcionando. O secretário de finanças, João Clímaco disse que as contas estão em dias, mas que não mandou ligar ainda porque a prefeitura está comprando um PABX para economizar as ligações. A conta de telefone do hospital, segundo o secretário, vinha mais de R$ 5 mil por mês.

Policiais e a vaquinha
Para uma viatura se deslocar em Batalha, é obrigado a vítima colocar combustível. E para os policiais saírem para patrulhar a cidade, são obrigados a fazer vaquinha senão o carro não anda. Muitos policiais estão pensando em pedir transferência para outras cidades. Está na hora do Dr. Mario Denes e prefeito Amaro Melo terem uma conversa com o secretário de segurança. Desse jeito não dar mais para ficar.

Sem delegado

Batalha até o presente momento vive sem comando na delegacia. Inadmissível uma cidade do porte da nossa ficar largada e sem delegado. A sorte é que os policiais são competentes, mas nenhum pode fazer inquérito policial.

Muitos buracos
Em várias ruas da cidade existem vários buracos. É necessário que o prefeito tome as devidas providências.

É preciso cuidar
A Praça dos festejos está belíssima. Agora a prefeitura não pode se descuidar. Tem que tratar bem para que ela continue bonita.

Empresa mequetrefe
Está faltando funcionários na CEPISA. Só existem dois para cuidar de tudo em Batalha. Paga-se energia cara e não estamos sendo bem tratados por essa empresa.

Dirceu Borboleta batalhense
A festa de miss apoiada pelo FB foi prestigiada pelo prefeito Amaro Melo, enquanto um certo empregado da prefeitura disse que não prestigiaria a festa porque esse meio de comunicação critica a atual adminstração. Ora bolas, se quem criticamos foi nos prestigiar, quem nem falamos sentiu as dores. É falta de consciência ou é muito puxa-saquismo desse funcionário? Para os mais jovens, Dirceu Borboleta era um funcionário puxa-saco do prefeito Odorico Paraguaçu no seriado “O Bem Amado” que passava na Globo na década de 80.

Aumentou e bem o salário

Tem uma certa câmara municipal onde o advogado que trabalhava recebia um razoavel sálario pelos serviços. Mudou a gestão e o presidente da casa mandou dobrar o sálario do novo advogado, sendo que o trabalho continua o mesmo. Ano passado houve até redução no fundo de participação dos municípios. O FB irá publicar os documentos em breve com os números dos dois advogados.

Shammara
O blog da vereadora Shammara deveria ser utilizado como ferramenta de informações daquilo que se passa na Câmara municipal de Batalha, principalmente no que diz respeito as ações dela como vereadora e não para divulgar festas e outras... A vereadora deve se focar no que acontece na Casa a qual ela representa o povo, como despesas, gastos e projetos.

0 comentários:

 

My Blog List

Seguidores

Folha de Batalha © 2009 Designed by Ipiet Customizado por Manoel Filho