segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Sem delegado, Batalha se recolhe no medo


A cidade de Batalha, Norte do Piauí, está sob o impacto do medo. Não há delegado de Polícia. O titular Washington Avelino foi exonerado do cargo no mês passado, especificamente dia 10 de dezembro. De lá para cá a delegacia continua sem comando. Ele foi transferido para a cidade de Luzilândia. A exoneração ocorreu a pedido do próprio delegado que alegou motivos pessoais. Enquanto isso a cidade vive momentos de tensão.

A população pede para que Batalha tenha um delegado fixo, que resida na cidade e conviva com os problemas de violência para tentar amenizar a situação. Existe muita cobrança dos resultados dos crimes registrados na cidade, pois todos sabem que as investigações de crimes são de responsabilidade da Delegacia.

São muitos assaltos que acontecem na cidade, principalmente nas imediações do Banco do Brasil, os chamados “lanceiros” que roubam os idosos. Os comerciantes também estão assustados, muitos já perderam as contas dos assaltos que sofreram. Além disso, o tráfico de drogas movimenta a cidade. Os batalhenses se sentem desprotegidos por procurarem a delegacia e não encontrar um delegado.

Apelos têm sido feito as autoridades do município que possa interceder junto ao Governo do Estado para solucionar o problema. Mas é como se o povo estivesse no meio do deserto, pois ninguém escuta, nem mesmo o Secretário de Segurança Robert Rios, que em breve estará em Batalha pedindo voto para Deputado Estadual.

0 comentários:

 

My Blog List

Seguidores

Folha de Batalha © 2009 Designed by Ipiet Customizado por Manoel Filho