30 de julho de 2015

Fazenda Águas Livres – Pertenceu ao ex-prefeito Matias Quaresma de Melo

Casa da Fazenda Águas Livres, construída pela família Quaresma de Melo, atual proprietária do antigo lugarejo.
Fundada por volta de 1805, por José Rodrigues de Carvalho, a Fazenda Águas Livres, pertencia a Freguesia de Nossa Senhora do Carmo de Piracuruca. Localizada no atual município de Batalha, tem sua história ligada ao enlace dos Rodrigues de Carvalho com os Pires Ferreira. Os Rodrigues de Carvalho do Piauí têm como ascendentes os irmãos Francisco e Domingos Rodrigues de Carvalho, militares, alferes de Infantaria do exército português, que vieram no início da ocupação portuguesa para a Capitania da Bahia. Este último foi nomeado por alvará em 1674, ao posto de Capitão pelo Visconde de Barbacena, governador geral do Brasil (PEREIRA DA COSTA, 1974, p. 43-4). Francisco, e seu irmão, comandante da companhia integraram a expedição de Francisco Dias de Ávila em incursões aos sertões do Piauí.

José Rodrigues de Carvalho era irmão Joaquim Rodrigues de Carvalho e Amaro Rodrigues de Carvalho. Joaquim foi casado com Isabel Barbosa e pais de: Paulo, Prudente, Manoel, Antônio e Josefina Tereza de Jesus, todos Rodrigues de Carvalho (CASTRO, 2014, 449). [v. Fazenda Conservador].

José Rodrigues de Carvalho foi casado com Maria Tereza de Jesus, ela é muito provável que descenda dos Carvalho de Almeida, infelizmente, por falta de registro dos sobrenomes das mulheres, não podemos precisar seus pais, porém em vários registros eclesiásticos, encontramos seu nome ligado aos descendentes dos Carvalho de Almeida, sendo madrinhas de vários de seus sobrinhos e tendo uma filha como afilhada dos Carvalho de Almeida. Encontramos no livro de batismo de Piracuruca que em 08.11.1806, no lugar Saco de São Francisco, Freguesia de Piracuruca o pároco da freguesia batizou a CLARINDA, filha de José Rodrigues e Carvalho e Maria Tereza de Jesus, nascida a nove de outubro do mesmo ano, tendo como padrinho: Francisco Carvalho de Almeida e Maria de Jesus.

José Rodrigues de Carvalho e Maria Tereza de Jesus foram pais dentre outros filhos de: Clarinda Maria de Jesus, Lina Carlota de Jesus e Carlota Lina de Jesus[Rodrigues de Carvalho]. De Clarinda já nos reportamos e veja mais informações sobre ela quando falarmos da Fazenda Beiru.

Quanto a Lina Carlota de Jesus nasceu a 01.12.1811, na Fazenda Águas Livres, Freguesia de Nossa Senhora do Carmo de Piracuruca. Foi batizada a 04.01.1812 na Matriz de Nossa Senhora do Carmo, pelo padre José Remígio Ferreira. Foram seus padrinhos: o capitão Francisco Félix Narciso Castelo Branco e sua mulher dona Lina Maria de Jesus. Casou-se a 15.11.1825 na fazenda Águas Livres, no município de Batalha com Comendador Antônio Pires Ferreira que nasceu a 12.02.1799 no sítio Santo Agostinho, província do Maranhão depois Município de São Bernardo, atual Magalhães de Almeida e faleceu a 23.11.1877 no Engenho Paraíso, Município de São Bernardo no Maranhão. Filho de José Pires Ferreira e Marina de Deus Castro Diniz. O casal foi pai de dezenove filhos: Rosa Pires Ferreira, Angélica Pires Ferreira, José Pires Ferreira, Cassiana Lina Pires Ferreira, Carlota Lina Pires Ferreira, João de Deus Pires Ferreira, Columba Pires Ferreira, Antonio Pires Ferreira Filho, Carolina Pires Ferreira, Fernando Pires Ferreira, Maria de Deus Pires Ferreira, João de Deus Pires Ferreira, Manoel Pires Ferreira, Ana Lina Pires Ferreira, Manoel Pires Ferreira, José Pires Ferreira, Eulália Pires Ferreira, Lina Pires Ferreira. (PIRES FERREIRA, 1990, V. 4, p. 18 a 165].

Lina Carlota de Jesus faleceu a 06.08.1883 no Engenho Paraíso, sendo sepultada no cemitério velho da cidade de São Bernardo (MA). Sobre sua morte encontramos o seguinte registro:

“No dia 06 do corrente… faleceu no seu Sítio Paraíso, no termo de São Bernardo, da Província do Maranhão, na idade de 73 anos, a exma. sra. d. LINA CARLOTA DE JESUS PIRES, viúva do comendador ANTONIO PIRES FERREIRA – é mãe do nosso prezado amigo dr. FERNANDO PIRES FERREIRA.

Era a ilustre finada senhora de peregrinas virtudes, entre as quais sobressaia a de caridade, que cultivou com esmero despretensioso durante sua longa passagem por sobre a terra.

Pertencia a uma das famílias mais distintas desta província, tornou-se mãe de numerosa prole, sobre quem exercia bem pronunciada e benéfica influência, já pela sua idade e já pelo prestigio de sua amável e venerada conduta em relação a quantos de si descendiam.

“Aos nossos prezados amigos FERNADO PIRES FERREIRA, tenente JOSÉ FLORINDO DE CASTRO, FRANCISCO FLORINDO DE CASTRO, que a idolatravam e vos de mais parentes da ilustre finada, apresentamos as nossas condolências”

JORNAL “A ÉPOCA”, Teresina, ANO VII, Nº 318 de 23.08.1884, p.4.

As famílias endogâmicas, tinham vários enlaces entre os primos. Duas filhas do Comendador Antonio Pires Ferreira e Lina, Cassiana e Carlota, se casaram com dois irmãos, José e Manoel Rodrigues de Carvalho, filhos de José Rodrigues de Sampaio [primeiro do nome] e de Josefina Tereza de Jesus, esta irmã de José Rodrigues de Carvalho.

Cassiana Lina Pires Ferreira, nasceu em 1832 na Parnaíba e faleceu em Buriti dos Lopes. Foi batizada em 27.11.1832 na matriz de Parnaíba. Casou-se em 1851 no Engenho Paraíso com seu primo segundo, JOSÉ RODRIGUES DE SAMPAIO, [segundo do nome], Fazendeiro em Buriti dos Lopes. Coronel da Guarda Nacional. Filho de José Rodrigues de Sampaio [primeiro do nome] e Josefina Teresa de Jesus [Rodrigues de Carvalho]. Neto materno de Joaquim Rodrigues de Carvalho e Isabel Barbosa. Foram pais de: José Pires Sampaio, Antonio de Sampaio Pires Ferreira, Fernando Pires Sampaio, Lina Cassiana Pires de Sampaio, Frederico Pires de Sampaio, João Pires de Sampaio. (PIRES FERREIRA, 1990, V. 4, p. 20-30].

Carlota Lina Pires Ferreira, nasceu a 17.11.1833 em Parnaíba e faleceu a 30.08.1884 na Fazenda Bacuri, no município de Buriti dos Lopes. Casou-se em 1855 no Engenho Paraíso com MANOEL RODRIGUES DE SAMPAIO [MANO] nasceu a 18.12.1830 e faleceu 31.12.1877 na Fazenda Bacuri. Filho de José Rodrigues de Sampaio e Josefina Teresa de Jesus [Rodrigues de Carvalho]. Neto materno de Joaquim Rodrigues de Carvalho e Isabel Barbosa. Foram pais de: Lina Josefina Pires de Sampaio, Josefina Lina Pires de Sampaio, Carolina Pires de Sampaio, Cassiana Carolina Pires de Sampaio, Manoel Pires de Sampaio, Gervásio Pires de Sampaio, Antonio Pires de Sampaio (PIRES FERREIRA, 1990, V. 4, p. 31-44).

Quanto à terceira filha, Carlota Maria de Jesus, nasceu por volta de 1808 na fazenda Águas Livres, no Município de Batalha e faleceu em 1847 na Vila de Piracuruca. Casou-se com FRANCISCO FLORINDO DE SOUSA CASTRO, [primeiras núpcias deste], nasceu 1810, no termo de Batalha, foi batizado a 11.10.1810, na Capela de Batalha, Freguesia de Nossa Senhora do Carmo de Piracuruca, pelo Pe. Domingos Dias Pinheiro, tendo como Padrinhos: Leonardo de Carvalho Castelo Branco e Ana Rosa Clara Castelo Branco (Livro de Batismo de Piracuruca de 1810); faleceu em 1887 na Vila de Batalha. Tenente da Guarda Nacional na Vila de Parnaíba. Dirigiu, em 19.06.1839, correspondência ao presidente da Província do Ceará, João Antonio de Miranda, pedindo socorro militar para Parnaíba, durante a Balaiada. (Revista do Instituto do Ceará, doc. 03, p. 255). Coronel Chefe da Legião da Guarda Nacional de Piracuruca, em 15.05.1846. (CASTRO, 2014, p. 216, 452). Foram pais de:Auta Inês de Castro [terceira do nome], José Florindo de Castro e Francisco Florindo de Sousa Castro[segundo do nome].

Francisco Florindo de Sousa Castro casou-se em segundas núpcias com ANGÉLICA AGOSTINHA DE ARAÚJO CASTRO, n. e f. em Batalha. Descendem do casal: Viriato Doriano de Araújo Castro, Doriano de Sousa Castro, Maria Madalena de Castro [Miranda] e Clementino Gomes de Castro.

Auta Inês de Castro [terceira do nome], nasceu <1829> em Parnaíba, foi criada por sua tia Cassiana Rosa da Trindade Rebêlo, [nascida a 02.07.1805, batizada a 03.11.1805, na Capela de São Gonçalo da Batalha, Freguesia de Nossa Senhora do Carmo de Piracuruca, pelo Pe. Domingos Dias Pinheiro. Foram seus padrinhos: Simplício Dias da Silva e sua mulher Maira Isabel Tomásia de Seixas e Silva, representados por Francisco José Rodrigues e Maria Rosa de Miranda. Casou-se a 17.12.1822 com Jerônimo Gomes Rebêlo, n. 1801 em Campo Maior, irmão de José Gomes Rebêlo, nascido em 1792 casado que foi com Umbelina Francisca do Rosário, filha de José Carvalho de Almeida e Francisca Castelo Branco. Da. Cassiana Rosa faleceu a 20.08.1863 na Vila de Batalha aos 42 anos, o casal ao deixou filhos, foi sepultada na Igreja Matriz de São Gonçalo da Batalha, onde recentemente descobriu-se sua a lápide de sua sepultura]. Auta Inês de Castro, casou-se com o Capitão Jerônimo Gomes da Silva Rebelo, nascido em 1819 em Campo Maior e falecido em Batalha. Filho de José Gomes Rebelo e Umbelina Francisca do Rosário. Neto materno de José Carvalho de Almeida e de Francisca Castelo Branco (CASTRO, 2014, p. 229).

José Florindo de Castro, nasceu em 1830 em Parnaíba e faleceu em Batalha, foi Tenente-coronel Comandante do Batalha da Guarda Nacional em Batalha. Primeiro Intendente da Vila de Batalha. Deputado a Assembleia Provincial na 21ª legislatura de 1876 a 1877, foi casado com Ignês Maria da Silva Castro, deixando vários descendentes em Batalha entre eles: Brígida, Marcolino, Cotinha, Carlotina, Lina, Inês, Castro Filho, Fernando e Rosa Inês de Castro.

Francisco Florindo de Sousa Castro [segundo do nome], nasceu em 15.08.1838, em Buriti dos Lopes e ali faleceu a 18.06.1916, e ali foi sepultado. Tenente-coronel da Guarda Nacional. Casou-se a 07.01.1865, no Engenho Paraíso no Maranhão com sua prima materna, Ana Lina Pires Ferreira, nasceu a 01.08.1847, no Engenho Paraíso e faleceu em 22.05.1880 no Maranhão. Filha de Comendador Antônio Pires Ferreira e Lina Carlota de Jesus Rodrigues de Carvalho.

Francisco Florindo de Sousa Castro casou-se, em segundas núpcias, a 29.12.1881, na Fazenda Bacuri, Município de Buriti dos Lopes, com a sobrinha de sua primeira esposa, CASSIANA CAROLINA PIRES DE SAMPAIO [Dona], nasceu a 15.06.1860, na Fazenda Bacuri, e faleceu a 24.03.1935, em Parnaíba. Filha de Carlota Lina Pires Ferreira (esta, irmã de Ana Lina Pires Ferreira) e de Manoel Rodrigues de Sampaio [Mano]. (PIRES FERREIRA, 1990, V. 4, p. 129 a 159).

Maria Madalena de Castro Miranda, foi casada com Antônio Guilherme Machado de Miranda, filho de José Amaro Machado e Ana Francisca de Miranda. Neto materno Francisco José Rodrigues e de Maria Rosa de Miranda. Bisneto materno do Cel. José de Miranda e Ana Maria de Mesquita. Trineto materno de Capitão Antônio Carvalho de Almeida e Maria Eugênia de Mesquita Castelo Branco (CASTRO, 2014, p. 224).

Águas Livres passou a família Quaresma de Melo, sendo adquirida por Salvador Quaresma Dourado de Melo, nascido em Piracuruca e falecido no termo de Batalha. Casado que foi com Idalina Rosa de Melo, filha de Diógenes Benício de Melo e Geracinda Rosa de Melo. Esta neta materna de Onofre José de Melo e Cecília Maria das Virgens, naturais de Pernambuco, fundadores da Casa do Desterro, na Freguesia de Piracuruca.

Salvador Quaresma Dourado de Melo e Idalina Rosa de Melo foram pais de: Pussina Rosa de Melo, nascida em 1886 em Águas Livres. Casou-se civilmente em 08.01.1807 aos 21 anos com Joaquim José de Melo, nascido em 1886, morador do lugar “A Mais Tempo” em Barras, filho de Prestetato José de Melo e de Georgina Quaresma de Melo. Neto materno de Miguel Quaresma Dourado, nascido em 1817, irmão de Agostinho Quaresma Dourado, casado com Eduarda Francisca Castelo Branco, moradores da Fazenda Palmeira na Freguesia de Piracuruca.

Atualmente Águas Livres é propriedade dos herdeiros de Matias Quaresma de Melo, nascido a 29.10.1891 em Batalha e falecido a 03.03.1963 em Batalha. Filho de Salvador Quaresma Dourado de Melo e Idalina Rosa de Melo. Casou-se em três núpcias, sendo as terceiras com Saturnina Braga de Melo, nascida a 22.03.1928 e falecida a 14.04.1998.

(Foto – Casa da Fazenda Águas Livres, construída pela família Quaresma de Melo, atual proprietária do antigo lugarejo).

Valdemir Miranda de Castro

Professor e bacharel em direito

Email- valdemirmirandacastro@bol.com.br

Contato: 86 99952-0051

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhar