23 de julho de 2015

João Messias: Ser ou não ser candidato

Queremos primeiramente deixar claro que não estamos afirmando nessa matéria que o ex-prefeito João Messias Freitas Melo pode ou não ser candidato a prefeito nas próximas eleições. Isso pertence a Justiça. Fizemos apenas conjecturas, prognósticos, análises e suposições sobre possibilidades e impossibilidades sobre o caso.

Lucimar abraçando o candidato João Messias (PP).
Como é público e notário, surgiu a notícia vinculada no site GP1 sobre a inelegibilidade do ex-prefeito João Messias, impedindo-o de concorrer como candidato a prefeito em 2016, devido a uma condenação no Tribunal de Contas da União, fazendo com que seu nome seja vinculado a lei da ficha limpa, justamente por ter sido julgado por um colegiado.

João Messias é considerado por muitos como um forte pré-candidato, que pode disputar de forma igualitária contra a atual prefeita Teresinha Lages, pré-candidata natural ao pleito municipal.

João Messias ainda não se pronunciou de forma oficial sobre a condenação imposta a ele. Há um silêncio e ao mesmo tempo um esquivamento dele em esclarecer os fatos para seu eleitorado. No entanto ouvem-se os boatos de que o político pode sim ser pré-candidato, pois este, supostamente anda para cima e para baixo pelo interior no município com um “papel” que assegura esse fato. Realidade ou lenda?

Observando essas duas situações, fizemos então conjecturas sobre a possibilidade e a impossibilidade de candidatura do ex-prefeito. Vamos a elas:

João Messias pode ser candidato:

Neste caso, se o ex-prefeito não tiver nenhum impedimento para sua candidatura, o que lhe resta é arregaçar as mangas e cair no campo para conquistar seus votos. Lembrando que o ex-prefeito passou um período muito longo afastado do município, e essa nova geração de eleitores entre 16 e 20 anos, a maioria só o conhecem por nome, e esse eleitorado tem um peso considerável para decidir uma eleição. Foi-se o tempo de pai mandar em voto de filho.

Outro fato que deverá ser bem estudado por João Messias é a escolha do seu pré-candidato a vice-prefeito para sua pré-candidatura. Há três nomes em evidência:

Shamarra Maria: Vereadora do PR que tem a seu favor o fato de está ligada ao deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa Themístocles Filho, este também com vínculos com a família Melo.

José Luís do Frango: O empresário já trabalha seu nome como pré-candidato a prefeito. Afirmou que será candidato com um real ou um milhão. No entanto, se receber o convite de João Messias, aceitaria a vice de bom grado.

Fábio Félix – Candidato a prefeito nas últimas eleições, o empresário vem visitando as comunidades e vê seu nome bem aceito. Trabalha com a hipótese de ser pré-candidato. Dificilmente Fábio Felix aceitaria ser vice de alguém, seja pelo lado que for, pelo simples fato de ter levantado a bandeira política de candidatura independente, sem ligação com nenhuma das famílias tradicionais. Fábio perderia muitos votos e cairia em descrédito caso abrisse mão da cabeça de chapa ou se aceitasse alguém de uma das duas famílias tradicionais como vice.

João Messias não pode ser candidato:

João Messias poderia entrar com uma liminar na justiça e assim ir levando sua campanha. O perigo de uma ação judicial desta é que pode ser derrubado pelos ministros, fazendo do trabalho realizado, um esforço em vão. João Messias tem muita inteligência, e não arriscaria uma estratégia altamente perigosa como esta.

A tática mais acertada por João Messias seria de negar a impossibilidade de candidatura e afirmar ao eleitorado e a seus apoiadores políticos que será candidato. Assim, também como no caso da liminar, ganharia tempo suficiente para juntar um forte grupo político. Unido o grupo, se tornaria mais fácil de escolher um sucessor na última hora. Ninguém seguiria um líder que não tem possibilidade de se lançar candidato, por mais forte que este seja, por isso, negar a impossibilidade de candidatura se torna mais fácil agrupar uma oposição forte.

Quem seria o sucessor de João Messias?

No caso de escolha do sucessor, as coisas se complicam para João Messias. Complicam-se porque o vereador Augusto César é naturalmente o candidato mais adequado para substituir João Messias, não só pelo fato de ser membro da tradicional família Melo, mas sim por ter uma vasta experiência política como vereador, conhecer os caminhos de uma campanha por já ter sido candidato a prefeito no passado, isso sem falar de suas boas relações com políticos de renome estadual e nacional.

Além do mais, o apoio de João Messias faria com que Augusto César maximizasse ainda mais sua força política e com chances reais de sucesso.

Mas porque o nome de Augusto César é um problema?

Por causa de uma rivalidade entre o vereador Augusto César e o ex-prefeito Amaro Melo (irmão de João Messias e primo do vereador).

Amaro Melo não aceitaria o nome de Augusto César como pré-candidato, sendo mais fácil Amaro mudar seu sobrenome do que aceitar passivamente esse fato.

Rumores dão conta que Amaro Melo marcou uma reunião em sua fazenda com José Luís do Frango, querendo que o pré-candidato faça uma dobradinha com o outro irmão dele Amaro, o agropecuarista Antonio Machado. Mas, se nessa dobradinha, José Luís do Frango for o cabeça da chapa, a família Melo estaria atestando o fim político desta importante e tradicional família. E João Messias aceitaria esse acordo, deixando de lado o seu fiel primo Augusto César?

E se, por ventura Amaro Melo e Augusto César entrassem em acordo e se abraçassem como amigos, como as coisas ficariam?

Augusto César seria um fortíssimo pré-candidato com apoio dos Melo e de um novo Grupão. Mas quem seria o pré-candidato a vice?

Entre Shammara Maria, José Luís do Frango e Fábio Felix, a escolha mais lógica seria da vereadora Shammara, devido a sua força política como legisladora municipal e sua proximidade com o deputado Themístocles Filho.

Restando ao empresário José Luís do Frango a vaga de vice na chapa de Fábio Felix.

Mas isso são apenas conjecturas e nada mais.

Por Carlos Magno Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhar