1 de agosto de 2017

Secretaria sem comando é assim, os animais tomam conta da cidade

Um leitor do Folha de Batalha nos enviou via WhatsApp várias fotos de animais pastando livremente nas imediações do Fórum Desembargador Adolfo Uchôa, localizado na avenida Getúlio Vargas, no centro de Batalha. Pelo menos seis animais estavam transitando pelo local, na manhã desta terça-feira (23).

Usuário de grupo de Whatsapp, em tom de brincadeira, chegou a comentar que os jegues seriam “primos” do “Promessinha”, aquele jumentinho que percorreu parte dos 156 km com o eleitor do prefeito João Messias (PP) no lombo.


A secretaria de Agricultura que é responsável por recolher os animais na área urbana do município, continua sem comando. João Messias já completou sete meses de governo e ainda não nomeou o secretário da pasta.

Chega ser assombrosa a quantidade de bichos soltos na cidade, basta dá uma volta para constatar a veracidade da reportagem. A irresponsabilidade dos donos e a omissão da Prefeitura podem provocar acidentes graves.

No ano passado, na avenida Inácio Farias, duas jovens em uma motocicleta colidiram com uma vaca, caíram e morreram.

Existe uma lei municipal, tratando do assunto, mas não é cumprida. Além disso, esse tipo de situação é considerada uma infração prevista no código penal.


Cabe a Prefeitura recolher os animais soltos e punir com multa seus proprietários. A medida é amparada pela lei municipal 390/1997 que institui o Código de Posturas do Município. De acordo com a lei, “os animais encontrados nas ruas, praças, estradas ou caminhos públicos, na zona urbana, serão recolhidos ao depósito da municipalidade”.

Pois bem, há tempo a população tem reclamado e cobrado por soluções, mas nada de concreto até agora.

É hora do MP recomendar que a municipalidade use de suas funções administrativas para realizar apreensão de animais soltos nas ruas, notificar criadores e aplicar até multas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhar