1 de setembro de 2017

Falta de água em escola: Ministério público investiga denúncia feita nas redes sociais

O Ministério Público da Comarca de Batalha está investigando uma denúncia gravíssima sobre o sistema de abastecimento de água da escola municipal Lindolfo Nunes, localizada na comunidade Lages, zona rural do município. Circula nas redes sociais de que naquela escola estão havendo apenas duas aulas semanais em virtude da ausência de água potável.
Unidade Escolar Lindolfo Nunes

Diante dos fatos, o promotor público Antonio Charles Ribeiro de Almeida, que está respondendo pela 2ª promotoria de Justiça da Comarca, encaminhou Ofício ao Prefeito João Messias Freitas Melo, requisitando informações sobre a denúncia feita nas redes sociais. O oficio foi encaminhado nesta última quinta-feira (31/08).

De acordo com o denunciante, uma simples “ligação de canos pvc do sistema de abastecimento da Escola em questão à caixa situada no local Lages de Cima, exatamente no último ponto de água da casa do Sr. Zé da Dinha” resolveria a questão, e com custos baixíssimos.

Segundo o promotor relata no oficio, a situação é grave e requer medidas drásticas e urgentes, não podendo se parar o sistema de educação em virtude de ausência de água, sob pena o cometimento de ilícitos administrativos.

A prefeitura tem 10 dias para responder por escrito a Promotoria de Justiça sobre as providências concretas para o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhar